O Blog para quem gosta de curiosidades históricas

Poderá gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

23 de outubro de 2014

Muro das Lamentações, você sabe o que é?

Curiosidades históricas

Judeus orando no Muro das Lamentações

O Muro das Lamentações

O Muro das Lamentações localizado na área ocidental de Jerusalém vem lembrando há milênios a vitória de Roma sobre os judeus. Hoje ele é cultuado como o recanto mais sagrado do Judaísmo, pois é o último vestígio do segundo templo judaico, edificado após a destruição do anterior, construído por Salomão. O Muro das Lamentações, ou Muro Ocidental, é o segundo local mais sagrado do judaísmo, atrás somente do Santo dos Santos no Monte do Templo.
Muro das Lamentações é sagrado para os judeus devido a ser o último pedaço do Templo pelos lados sul e leste. Além disso, o Muro é o lugar mais próximo do sancta sanctorum ou lugar "sagrado entre os sagrados" (1 Reis 8:6-8). Das três seções do muro, a do leste, do sul e do oeste, a do oeste é o lugar tradicional de oração (daí o seu nome em hebraico, Hakótel Hama'araví, "o Muro Ocidental"). 

História do Muro das Lamentações

No ano 20 a.C. ele foi reformado por Herodes, o Grande, na tentativa de conquistar a simpatia de César. Em 70 d.C. o Muro das Lamentações foi demolido por Tito, em uma demonstração de força do Império Romano diante da Grande Revolta Judaica.
Na época, Herodes ordenou a edificação de ostensivos muros destinados a encerrar o Monte Moriá - lugar reverenciado porque ali Abraão teria oferecido em sacrifício a Deus seu filho Isaac, por esta razão escolhido para sediar o Templo - dentro desta muralha. Desta forma ele estendeu este espaço, compondo o que atualmente é conhecido como a Esplanada das Mesquitas, que hoje abriga também dois espaços sagrados do Islamismo, a Mesquita de Al-Aqsa e a Cúpula da Rocha.
O Primeiro Templo, criado no século X a.C, foi eliminado em 586 a.C pelos habitantes da Babilônia; já o Segundo foi edificado por Esdras e Neemias, durante o evento que se tornou conhecido como o Exílio da Babilônia – os judeus podem finalmente voltar para sua terra natal, Judá, especialmente para Jerusalém, graças a um Decreto de Ciro, o que possibilita reedificar este santuário, depois demolido por Tito, que permite a preservação de um pedaço do muro externo para que os judeus conservem a memória de sua derrota diante de Roma. Segundo os hebreus, porém, este muro só permaneceu em pé graças a uma promessa de Deus, que lhes garantiu a preservação de pelo menos uma parcela do Templo, como emblema da união deste povo com Deus.

Judeus orando no Muro das Lamentações

Enquanto os romanos dominaram Jerusalém, era proibido o ingresso dos hebreus nesta cidade, enquanto na era bizantina eles podiam visitar as ruínas do Templo uma vez ao ano, no dia que lembrava a destruição deste tabernáculo, quando então eles pranteavam e lamentavam a destruição do Templo, o que levou este recanto a ser conhecido como o Muro das Lamentações. A tradição de introduzir um pequeno papel com pedidos entre as fendas do muro tem vários séculos de antiguidade. Entre as petições dos judeus estão ferventes súplicas a Deus para que regresse à terra de Israel, o retorno de todos os exilados judeus, a reconstrução do templo (o terceiro), e a chegada da era messiânica com a chegada do Messias judeu.


Fonte: Infoescola e Wikpedia



16 comentários:

  1. Oi Mauro. Como vai?
    Li o seu artigo que achei muito interessante, pois aprendi o como e o porquê do Muro das Lamentações. Conhecia de nome mas ignorava a sua história.
    Os meus sinceros parabéns e desejo que nos vá brindando com mais "Histórias e seus factos curiosos." É sempre bom aprender.
    Sempre que me seja possível passarei - aliás, recebo no meu mail os seus artigos - e deixarei a minha opinião.

    Um à parte: já pus esta questão mas não fiquei elucidada. Eu já aderi ao blog de divulgação. Ontem escrevi - digamos - um post na minha página do Facebook e gostaria de saber se posso copiar e colar no blog. É como se fosse um post mas é uma "Nota". Publiquei dois livros e era para fazer um pouco de divulgação. Só que a "Nota " é bastante longa.
    Fico aguardando uma resposta se possível.
    Abraços.
    PS. Quanto ao Banner, gostaria muito de fazer parceria só que eu não tenho banner porque nunca consegui fazê-lo. Já li muitos tutoriais a respeito, sigo o passo a passo mas não consigo. O meu Blog foi criado para divulgar os livros que publiquei. É aí que vou escrevendo pequenos, resumos, pequenos trechos e também algumas histórias. Mas, para ser sincera, tenho poucas visitas e menos comentários.

    ResponderExcluir
  2. Pode sim. Você pode divulgar o que quiser no nosso grupo de divulgação do Facebook.
    Grato por participar do Blog.

    ResponderExcluir
  3. Gostei de duas coisas: Seu comentário no meu espaço e de conhecer este aqui.
    To colocando um link pra ele na minha lista e vou recomendar aos amigos.
    Valeu mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato por participar do Blog e pela recomendação.

      Excluir
  4. O famoso Muro das lamentações onde as pessoas religiosas visitam para fazer suas petições a Deus. Muito bom este lugar para conhecer um pouco do passado bíblico.

    ResponderExcluir
  5. Ótimo artigo, Mauro.

    Continue com o seu trabalho, acredito que irá enriquecer muitos com fatos que realmente interessam e fazem parte da história mundial.

    Abraços, Luiz Rafael em:

    http://www.oucaapalavradosenhor.com/

    ResponderExcluir
  6. Sabe que queria conhecer esse muro das lamentações? gosto de ler histórias sobre ela e amei seu post
    Olha tem post novo, poderia me fazer uma visita?
    magrafelizpensa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. É o lugar sagrado dos judeus, mas também visitado por membros de todas as igrejas e demais vistantes de Jerusalém. É mundialmente conhecido e dificilmente alguém irá passar por ali sem fazer uma prece um momento de reflexão. É um desses lugares que congrega na verdade todas as crenças em um único ponto. Deus é único e apenas mudam os nomes sob os quais é honrado, louvado e adorado. Algumas variações dos pontos de fé, mas uma coisa não muda. O Deus criador e senhor do universo.
    Muito bom seu trabalho, Mauro.
    Se puder me retribuir com uma visita aos meus blogs, não fico triste, pode ter certeza.
    decioadams.blogspot.com.br , adamsdecio.blogspot.com.br e também a fan page do facebook www.facebook.com/livros.decioadams

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blogs visitados, compartilhados no G+. Também te adicionei no G+. Página curtida no FB. (um daqueles da foto na sua pg é você?)
      Grato por participar do Blog.

      Excluir
  8. Mauro um irmão me perguntou se o muro foi feito com pedra e cimento, sabe me informar se as contruções usavamcimento ou barro ou era só pedra tramada sem liga?

    ResponderExcluir
  9. Gente o termo mas apropriado para o que resta do templo é: Muro das Orações. Já que o judeu vai até lá para orar e, não queixar-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato por participar do blog. Observação pertinente.

      Excluir
  10. Ao Vivo / Muro das Lamentações:

    http://www.earthcam.com/world/israel/jerusalem/?cam=jerusalem

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigado por ler meu Blog. Seja muito bem-vindo!