O Blog para quem gosta de curiosidades históricas

Poderá gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27 de outubro de 2015

Brasil: desconstruindo os livros que contam sua história

Curiosidades históricas
Publicado por Wace Entretenimento em http://www.wace.com.br
Esqueça tudo que você aprendeu nas suas aulas de historia do Brasil, vou apresentar aqui alguns fatos que contestam nossos amados livros de historia, e nos fazem lembrar a musica do nosso saudoso Renato Russo “Que pais é esse…”.

1. A origem da feijoada é europeia







Feijoada supostamente brasileira
Feijoada supostamente brasileira

Pois é, nosso amado prato não foi criado pelos escravos, sua origem é bem mais antiga, remonta ao império romano. Segundo o livro “Historia da Alimentação no Brasil” nem índios nem negros tinham o costume de misturar feijão com carne, apesar deste ultimo levar a culpa de criar o prato, aproveitando restos de carne descartados pela Casa Grande. Esse é o tipo de boato que de tanto se falar, tomou ar de ser verdadeiro.

2. Santos Dumont não inventou o avião







Teste do avião 14 Bis
Teste do avião 14 Bis

O pai da aviação não é assim bem um pai, talvez um tio quem sabe… Mas o assunto é polêmico e já rendeu muitas discussões, mas o bem da verdade é que o avião já tinha sido patenteado 3 anos antes do 14 Bis dar seu primeiro voo. Os irmãos Wrigth que detém o titulo de verdadeiros criadores dessas maquinas, como todo bom americano trabalhavam visando lucros e não glamour, então foram bem sigilosos a respeito de sua invenção, a intenção deles era por a maquina para funcionar, vender os direitos para militares ou empresas privadas e assim encher a burra de dinheiro, tudo isso claro, no maior sigilo evitando que concorrentes aparecessem, mas isso não quer dizer que não haviam testemunhas do fato, pessoas confiáveis da sociedade presenciaram muitos testes do seu avião. Mas tudo bem, Santos Dumont perdeu o avião mas ficou com a invenção do relógio de pulso né?, só que não… Relógios assim já eram comuns desde a época de Shakespeare, ele foi apenas reinventado.

3. Dom Pedro I, o garanhão… só que não!







Isso nunca me aconteceu antes...
Isso nunca me aconteceu antes…

A fama de nosso imperador ter muitas amantes é histórica, sabe-se que ele teve pelo menos 17, o cara era o rei da devassidão. Mas o que não se sabe é que em varias cartas escritas por ele, sempre estava reclamando do “meninão”, em algumas ele falava da dificuldade de dar partida no seu carrinho, em outras que bater continência era coisa do passado, mas enfim como diz o ditado “Qualidade não que dizer quantidade”.

4. Lampião, o anti herói brasileiro







Lampião e Maria Bonita
Lampião e Maria Bonita

O cangaceiro Virgulino Ferreira, o Lampião é tido em muitos livros como um Robin Wood do Sertão, só que disso ele não tem nada, o fato é que ele, realmente gostava de viver entre os ricos e poderosos. Segundo pesquisadores o homem tinha até cartão de visita com foto, algo muito chique para um cangaceiro da década de 30, ele os usava quando conhecia alguém importante. Outro fato interessante é que apesar de perdermos o titulo de “pai da aviação” ganhamos o do “pai do brega”, pois o cara era espalhafatoso em suas vestimentas, era tão exagerado que misturava de tudo (Fazia o cantor Falcão parecer um ícone da moda), e passava perfume até no seu cavalo, pasmem!!!
Depois dos fatos acima se alguém quiser devolver o Brasil para os índios, estamos juntos nessa.
Para saber em mais detalhes o que foi dito acima, aconselho a leitura do livro “Guia politicamente incorreto da historia do Brasil” do Polêmico Leandro Narloch.
Fonte: livro “Guia politicamente incorreto da historia do Brasil”

2 comentários:

  1. Achei muito interessante, nunca imaginei que eles talvez não fossem tudo isso.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigado por ler meu Blog. Seja muito bem-vindo!