11 de abr de 2019

QUAL FOI O PIOR ACIDENTE AÉREO DO BRASIL?


Existem acontecimentos que são simplesmente lamentáveis e que mexem com nossos sentimentos, por isso é normal termos curiosidades sobre eles. Hoje trago para vocês a história do pior acidente aéreo do Brasil que ocorreu em 17 de julho de 2007.
O palco deste terrível desastre foi o Aeroporto de Congonhas, o protagonista foi o voo TAM 3054 que vinha de Porto Alegre com passageiros a bordo do Airbus A320-233. O voo decolou em Porto Alegre e voou por 40 minutos após atingir a velocidade de cruzeiro, foi quando o avião começou a se preparar para o pouso. O plano seria descer no Aeroporto de Guarulhos onde haviam condições climáticas melhores, entretanto a tripulação decidiu descer em Congonhas mesmo.

TAM 3054

Então, a aeronave recebeu a autorização para fazer o pouso na pista 35L e testemunhas oculares relataram que viram o Airbus tocar na pista na conhecida 'zona de toque' onde todos deveriam pousar para ir diminuindo sua velocidade até finalmente parar, atravessando a pista em uma média de 170 km/h. Então, após tocar o solo o avião fez uma curva abrupta para o lado esquerdo, saiu da pista, invadiu o gramado e o pátio de manobras. 

tam 3054

Sem controle, o avião atravessou a movimentadíssima Avenida Washington Luís planando e colidiu com o edifício TAM Express, o que causou um incêndio imediato que fez com que todos os passageiros falecessem na hora. Segundo a caixa preta, pouco antes do pouso os manetes de potência dos motores estavam em CBL, posição de subida com 80% da potência, e foram regulados pelo sistema autothrust que regula a potência dos motores levando como orientação a velocidade que o piloto determina, assim mantendo-a sempre constante.
Dois segundos antes do pouso houve um aviso sonoro indicando que os pilotos deveriam levar os manetes para aposição IDLE, posição de pouso sem potência, essa ação desativaria o autothrust e faria com que a aeronave tivesse pouca velocidade, o suficiente para frear na pista. Quando ouviu o aviso, o piloto colocou o manete da esquerda na posição IDLE, porém o manete da direita se manteve em CLB. Em função da configuração incorreta, o sistema de computador de bordo do avião acreditou que o voo estava arremetendo. Foi esse detalhe, essa assimetria que fez o voo perder o controle e sair da pista desviando para a esquerda. Só este pequeno esquecimento custou a vida de 199 pessoas, sendo que delas 12 estavam em solo no prédio atingido. Outras 13 pessoas em solo ficaram feridas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Muito obrigado por ler meu Blog. Seja muito bem-vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...